26 agosto 2014

fizemos amor,
fizemos amor louco,
quis manter te a distancia mas,
o desejo
o prazer
a vontade
essa sim falou mais alto
esta doçura que apura os sentidos
aproximo-me...
entrelaço os nossos corpos
sinto a pressão dos teus lábios
esses beijos ternos
loucos e húmidos de tesão
sinto o meu corpo se entregando
como que o mundo la fora não existe
como se depois não houvesse o se...  
famintos de nos
encostados a nos mesmos
deixamos o corpo usar o toque das palavras
falarem a mesma língua
beijas-me
suspiras
usas-me
respiras fundo e prenuncias uns quais-queres sussurros
entras em mim
enquanto a luz do luar nos ilumina... 







5 comentários:

GANDALF disse...

Um excelente poema,que me soube bem ler ao acordar,embora me pareça que a acção se passa mais ao final do dia :)
Um poema EXCELENTE,intenso e a emanar urgências :))

Beijo grande linda

Sensualidade à Flor Da Poesia disse...

Entre sussurros e gemidos...
um gostoso amor foi concebido.
Lindo poema.

Bjinhos poéticos da leoa...
=';'=

Orlando N. disse...

Adorei. Discussões feitas de sussurros e não só...o corpo a corpo também... Que violência gostosa :)
Um beijo, Ly

Double Secret disse...

"Combate" corpo a corpo, do melhor!

Beijos a dobrar

Winky Linky disse...

sem palavras para este texto tao profundo e que ao le-lo pensei que podia muito bem ter sido eu a escreve-lo se nao fosse tantas vezes o faltar me palavras e sentimentos para o fazer