24 janeiro 2011


È sedento o desejo,

Que trago no baú deste corpo,

Deste corpo que me transporta,

Trémulos sentires fugidos,

Onde a prova já foi sabor,

Os segredos vasculhamos,

Como o odor dos nossos corpos,

Na insanidade das luxurias,

Dos tempos em que entravas em mim.

Que nas entranhas de mim te vinhas,

Quando nos teus braços transpirei,

Entre o êxtase dos gemidos,

Foram gritantes na pele,

Onde inevitavelmente cerrávamos o gozo,

Nos fluidos do prazer...

7 comentários:

Nanda Assis disse...

linda postagem!!

bjosss...

A.S. disse...

Ah!... simplesmente irresistivel!

Beijos...
AL

Anónimo disse...

Uma escrita sempre com muito prazer e desejo como só dois corpos que se sentiram teem.
bebe

Afrodite e Eu disse...

Obrigado pela visita volta sempre

Carinhos

Afrodite e Eu

OLHAR VAGABUNDO disse...

hummm...bom os teus desejos...

beijo vagabundo

EROTICAMENTE FALANDO disse...

Sabe bem ler-te assim!

Lobo disse...

Que belos sentires...

Beijo sussurrado...