10 setembro 2015



as vezes o quanto me baste...
e,
a lembrança do Teu toque...
quente,
mas, não muito quente...
simples,
ao natural...


5 comentários:

Legionário disse...

Ly, é necessário realizar o possível
para tocar o impossível! :)

WOLF disse...

Seja como for e a temperatura que for,deve sempre ser pouco,ou saber a pouco :)

Beijo grande

DARK disse...

Estou a pedir tanto quente quanto ao natural, apenas venha.
Um abraço ^.~

Filipa Silva disse...

Tudo o que for ao natural, é bom.

Gostava que me visitasse aqui: http://anseiosedevaneiossexuais.blogspot.pt/ ... beijinhos

O Profeta disse...

No embalo da tua fina


Às vezes é preciso acordar o silêncio da memória
Ou esperar pelo adormecimento inadiável
Com o gesto sereno e demorado da ternura
Com o acordar do amor rompendo o improvável

Passei para te desejar um radioso fim de semana

Doce beijo