11 junho 2008

Calores


O instinto deste corpo,
Procura-te fugaz por ai,
Esta margem de ti em mim,
Neste calor tórrido,
Que me consome desejos,
Entre toques e pensamentos,
Faço amor contigo,
Sinto-te o corpo em meu,
Os seios brotam tesão de ti,
O instinto deste corpo,
Que as vezes me descontrola,
È verão em mim,
Sempre que penso em ti...

3 comentários:

Amante da Vida disse...

Vem então passar o teu verão na minha praia...

Beijos

A.ses.i.oM disse...

É 'Verão' QUENTE ler-Te!...

Beijos... :)

Anja Rakas disse...

Sempre que penso nele....
Meu corpo faz amor sozinho...
Refastela-se com ele mesmo deixando-me a margem dele.
Enfim...egoísta este meu corpo.

Adorei essas tuas palavras...

Beijos angelicais