10 abril 2013

...senti o teu respirar
   apareces-te...
...o corpo tremeu
...sentia-me feliz, ansiosa
   olhamos-nos
   com palavras silenciosas
   fomos sentindo o renascer
   como da primeira vez
   como de tantas outras vezes
   sabíamos o que desejávamos
"calas-te tua em minha boca,
 as mãos suadas de desejos sentindo
 o fogo dos corpos foi poderoso em nós
 já as palavras ficavam turvas
 baralhadas no tesão
 foste-me beijando o pescoço
 a tua língua que marcava seu terreno
 não havia que fugir
 não havia que lutar
 havia uma envolvência mutua
 onde os afagos de carinho,
 prazer marcavam os corpos
 onde num simples banco de carro
 me amas-te
 te amei
 onde acordei
 onde te perdi no sonho
 que te sonhei...


 

3 comentários:

GANDALF disse...

Como sempre....lindas as tuas palavras,cheias de desejo e tesão,como é de esperar.

beijinho Magico

shakti disse...

Palavras cheias de tesão e sentimento...

bj

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
ecos
de
la
tarde
callada
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION


CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE DJANGO, MASTER AND COMMANDER, LEYENDAS DE PASIÓN, BAILANDO CON LOBOS, THE ARTIST, TITANIC…

José
Ramón...